T.P.M – Tensão Pré Menstrual

Publicado: 28/03/2010 em Saúde

Sensação que o mundo vai acabar antes da menstruação…

É isto que a maioria das mulheres que tem TPM sente.

Também chamada de desordem disfórica pré-menstrual, ou carinhosamente TPM, atinge aproximadamente 75% das mulheres.

No entanto apenas 8% das mulheres tem sintomas muito intensos.

Sintomas da TPM

  1. depressão, sentimento de desesperança, pensamentos auto-depreciativos;
  2. ansiedade, tensão, nervosismo, excitação;
  3. fraqueza afetiva, tristeza repentina, choro fácil, sentimento de rejeição;
  4. raiva ou irritabilidade persistente, aumento dos conflitos interpessoais;
  5. diminuição do interesse pelas atividades habituais;
  6. sensação de dificuldade de concentração;
  7. cansaço, fadiga fácil, falta de energia;
  8. acentuada alteração do apetite;
  9. distúrbios do sono;
  10. sensação de estar fora do próprio controle;
  11. inchaço e/ou sensibilidade mamária aumentada;
  12. dor de cabeça;
  13. dores musculares;
  14. ganho de peso ou sensação de inchaço;

Causas da TPM

Muitas hipóteses tem sido feitas a respeito das causas desta doença mas, atualmente, o que parece prevalecer é que sejam influências hormonais normais do ciclo menstrual que interfiram no sistema nervoso central.

Parece haver uma íntima relação entre os hormônios sexuais femininos, as endorfinas (substâncias naturais ligadas a sensação de prazer) e os neurotransmissores tais como a serotonina.

É importante ressaltar que esta síndrome acompanha a menstruação normal da mulher.

Tratamento da TPM

Por se tratar de uma síndrome, não existem tratamentos específicos já que os sintomas variam muito de intensidade para cada mulher.

Resultados não cientificamente comprovados mostram que a vitamina B6 ( Piridoxina ), a vitamina E, o cálcio e o magnésio podem ser usados com melhora dos sintomas.

Outro medicamento é o ácido gama linoléico que é um ácido graxo essencial. Pode ser encontrado no óleo de prímula. Existem advertências sérias do FDA americano a respeito de medicações alternativas naturais e de possíveis efeitos colaterais graves, portanto este, como qualquer outro medicamento, mesmo “natural”, só deve ser usado mediante prescrição médica.

Na verdade, este é o melhor caminho para o tratamento da TPM: Consultar um médico ginecologista e descrever para ele todos os sintomas que a mulher sente antes e depois da menstruação.

O melhor medicamento é o que, sozinho ou associado, reduza os sintomas. Como esta síndrome está ligada à ovulação, muitas mulheres podem se beneficiar do uso da pílula anticoncepcional que suspende a ovulação. Nos Estados Unidos, a FDA aprovou a pílula  com Drosperinona e Etinilestradiol  para mulheres que tem sintomas de TPM e desejam uma anticoncepção hormonal.

Leia também: Benefícios e usos terapêuticos da pílula anticoncepcional

Já nos casos graves de desordem disfórica pré-menstrual é necessária uma medicação mais específica sendo que a medicação usada com melhores resultados são os anti-depressivos. Estudos recentes mostram que esta medicação usada na menor dose possível e durante a fase de tensão pré-menstrual tem melhorado muito a qualidade de vida das mulheres que experimentam esta disfunção. Também nestes casos a pílula anticoncepcional com Drosperinona e Etinilestradiol  pode ser usada.

O importante é que se entenda que esta não é uma doença mas sim uma alteração fisiológica do ciclo menstrual feminino e que pode ser resolvida com medidas simples por parte do seu médico assistente.

Anticoncepcional sem menstruação

O melhor caminho para o tratamento da TPM é consultar um médico ginecologista.

Artigo feito pelo Dr. Sergio dos Passos Ramos site

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s